Conselho do SENAI aprova sem ressalvas as contas de 2018 do Departamento Nacional da entidade

67,8% da receita foram destinados a vagas gratuitas em cursos de formação profissional
"Nosso compromisso é aprimorar os processos de gestão das entidades que integram o Sistema Indústria" - Paulo Afonso Ferreira

Em reunião realizada nesta terça-feira (26), em Brasília, o Conselho Nacional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) aprovou, por unanimidade e sem ressalvas, o relatório de Gestão e Prestação de Contas 2018 e o Relatório de Atividades Anual do Departamento Nacional da entidade.

Durante a reunião, o diretor-geral do SENAI, Rafael Lucchesi, informou que, em 2018, a entidade destinou 67,8% da receita líquida da contribuição compulsória geral à destinação de vagas gratuitas em cursos de Formação Inicial e Continuada e técnicos de nível médio. O resultado de 67,8% de gratuidade atingido pelo SENAI em 2018 foi superior à meta de 66,6% estabelecida em acordo com o Governo Federal e prevista no regimento da instituição.

Ao final do encontro, o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI) em Exercício, Paulo Afonso Ferreira, assumiu o compromisso de viabilizar a implantação do Programa de Compliance, Gestão de Riscos e Governança do Departamento Nacional do SENAI. Segundo ele, a mesma medida será implementada no Departamento Nacional do Serviço Social da Indústria (SESI), na CNI e no Instituto Euvaldo Lodi (IEL).

"Nosso compromisso é aprimorar os processos de gestão das entidades que integram o Sistema Indústria, com o objetivo de corrigir eventuais falhas e tornar a aplicação dos recursos cada vez mais transparente e eficiente", justificou Paulo Afonso Ferreira.

Relacionadas

Leia mais

Evento apresenta o que há de mais moderno na indústria da moda
Instituto SENAI de Inovação tem infraestrutura para projetos de geração de energia
CNI apresenta 110 propostas para fortalecer comércio exterior brasileiro

Comentários