Grupo Malwee seleciona startups para inserir varejo de rua no mundo digital

Por meio do Edital de Inovação para a Indústria, empresa seleciona projetos digitais que ofereçam experiência de compra diferenciada ao consumidor e soluções inovadoras para a gestão do negócio
O desafio inclui experiências de compras e modelos de negócio inovadores, como provadores inteligentes

O Grupo Malwee, uma das principais empresas no segmento de moda do Brasil e uma das mais modernas do mundo, lançou chamada no Edital de Inovação para a Indústria a fim de selecionar projetos inovadores apresentados por startups. Serão escolhidas até cinco propostas que utilizem ferramentas destinadas a oferecer uma experiência de compra diferenciada e inovadora, como a inserção de lojistas multimarcas no mundo digital. As inscrições podem ser feitas no site do Edital de Inovação.

Cada projeto aprovado terá orçamento de R$ 150 mil e deverá ser desenvolvido em até oito meses na rede de 26 Institutos SENAI de Inovação e 58 Institutos SENAI de Tecnologia. O público-alvo são micro e pequenas empresas (MPE) e startups, incluindo microempreendedores individuais (MEI).

No desafio Experiência do usuário: Inovação no processo de compra, o objetivo é que a proposta explore novas experiências de aquisição e modelos de negócio inovadores, como delivery de roupas, customização de produto, provadores inteligentes, autoatendimento ágil e interativo, entre outras possibilidades. A avaliação é que o consumidor está cada vez mais exigente, por isso é importante criar soluções que encantem e gerem conveniência e agilidade dentro e fora da loja.

Já no desafio New Retail: Novas tecnologias para otimização e digitalização de lojas multimarcas, a ideia é selecionar projetos que melhorem a operação da loja, com redução de custos e aumento de produtividade. Isso pode ser feito com uso de automação de processos, integração com novos canais digitais, entre outras ferramentas. De acordo com o regulamento do Edital, a intenção é transformar a loja em um ambiente que una o melhor dos dois mundos, desde o contato direto com o produto e o relacionamento com o consumidor, até a capacidade de gerar dados e analisá-los de forma inteligente para proporcionar uma experiência única e eficiente.

TRANSFORMAÇÃO – De acordo com o gestor de Inovação do Grupo Malwee, Illan Sztejnman, o futuro do varejo de moda multimarca está além do desafio de levar o lojista do off-line para o online. “Entendemos que, de forma geral, o varejo de moda vem passando por um momento de transformação que impacta, desde a maneira de gerir os negócios de modo mais eficiente e rentável, até as diferentes formas de proporcionar uma experiência única para o consumidor final”, destaca o executivo.

“Um dos principais mantras do Grupo Malwee é ser o melhor parceiro do canal multimarca, o chamado varejo de rua. Por isso, nossa intenção com o Edital de Inovação para a Indústria é atuar como uma ponte entre nossos lojistas e as oportunidades que o mundo digital traz, gerando valor para todo o ecossistema, inclusive para as startups”, complementa.

O Edital de Inovação para a Indústria é uma iniciativa do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e do Serviço Social da Indústria (SESI). Os projetos são selecionados com base em critérios como potencial de inovação e de venda do produto ou do processo. A iniciativa possui cinco categorias, entre as quais Empreendedorismo Industrial, que busca estimular a conexão entre grandes indústrias e startups, micro e pequenas empresas.

“O Edital de Inovação para a Indústria é a porta de entrada para grandes empresas e startups criarem soluções conjuntamente e, principalmente, estabelecerem uma relação de confiança, que pode resultar em novas parcerias”, explica o gerente-executivo de Inovação e Tecnologia do SENAI, Marcelo Prim.

“O Sebrae tem focado recentemente em ações de aproximação entre grandes empresas e pequenos negócios com vistas a promoção da inovação aberta, de modo a viabilizar inovações que aumentam a produtividade das grandes empresas e, ao mesmo tempo, aumentam a competitividade dos pequenos negócios, que passam a ter acesso às melhores práticas e mercado das grandes empresas. Essas ações promovem uma inserção de inovações no mercado de forma mais assertiva, com resultados mais efetivos para as partes envolvidas”, afirma o gerente de inovação do Sebrae, Célio Cabral.

“Esta chamada de projetos da Malwee é mais um exemplo desse tipo de ação e esperamos que pequenos negócios inovadores de todo o país participem da chamada e façam uma excelente parceira com essa grande indústria, tão relevante para o varejo brasileiro”, completa. 

SOBRE O GRUPO MALWEE - O Grupo Malwee é uma das principais empresas de moda do Brasil e proprietária de oito marcas reconhecidas no mercado nacional: Malwee, Malwee Kids, Carinhoso, Scene, Enfim, Wee!, Malwee Liberta e Zig Zig Zaa. A empresa destaca-se pelo pioneirismo e notória atuação no campo da sustentabilidade, incorporando tecnologias e processos inovadores que vão do uso de matérias-primas sustentáveis à preservação de 4,2 milhões de metros quadrados de área verde.

Pela sua atuação, em 2018, passou a figurar entre as 10 marcas de moda mais transparentes do mundo, segundo Índice de Transparência da Moda (ITM). O Grupo Malwee possui 4 unidades fabris, 5,5 mil funcionários e está presente em mais de 25 mil lojas em todo o Brasil.

Relacionadas

Leia mais

Comentários