CNI abre inscrições para imersão virtual de inovação em Israel

Evento é destinado a empresários, executivos, acadêmicos e representantes do governo com palestras e troca de experiências em tempo real com especialistas de um dos países mais inovadores do mundo

Ilustração em 3D mostra mapa de Israel em azul

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) realizará entre os dias 25 e 27 de maio a sua primeira edição virtual do Programa de Imersões em Ecossistemas de Inovação.

A iniciativa tem apoio da Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI) e faz parte da agenda de Inserção Global via Inovação. A imersão será em Israel, um dos países mais avançados na área de ciência, tecnologia e inovação (CT&I). O evento ocorrerá ao vivo, entre 9h e 12h30 (horário de Brasília), e incluirá visitas virtuais, além de palestras e espaço para debate e troca de informações entre participantes e palestrantes.

O grupo conhecerá o que há de mais novo na agenda de tecnologia em Israel, com oportunidades exclusivas de acesso ao panorama virtual de empresas como a VDDO, referência mundial em segurança cibernética, e a Utilis, especializada em inteligência de infraestrutura baseada em satélite. Entre os locais que serão visitados virtualmente está o Centro de P&D da Microsoft, em Haifa.

A imersão será realizada totalmente em inglês, sem tradução simultânea. Os interessados poderão se inscrever na página da imersão, ao custo de 500 dólares – as vagas são limitadas. O objetivo da CNI é promover a interação entre empresários, executivos, acadêmicos e representantes do governo com especialistas de Israel. Os participantes terão a oportunidade de acesso a um panorama do ecossistema de inovação israelense.


Israel é uma nação reconhecida por ser umas das principais referências mundiais no combate à pandemia, especialmente por meio do uso da tecnologia. O país está bem avançado em relação à aplicação de vacinas contra a Covid-19 e na realização de pesquisas na área. A CNI já realizou três imersões presenciais em Israel, ocasiões em que empresários brasileiros voltaram impressionados e com acordos fechados.


Uma dessas visitas resultou na assinatura da principal parceria internacional da CNI na área de inovação, com o SOSA – empresa global de inovação aberta. Celebrado em julho do ano passado, o acordo coloca empresas instaladas no Brasil ao alcance das principais startups mundiais para a busca de soluções tecnológicas. A empresa israelense desenvolveu a mais completa plataforma de inovação aberta no mundo, que hoje reúne mais de 15 mil startups prontas para gerar soluções para indústrias e investidores em todo o mundo.

Com sede em Israel, o SOSA conta com hubs de inovação em mercados estratégicos, como Nova Iorque, Londres, Abu Dabi, Austrália e Canadá. A parceria busca aproximar a indústria brasileira das startups nos ecossistemas mais inovadores do mundo e acelerar a inovação empresarial. As startups nacionais também podem acessar a plataforma e levar suas ideias para o mundo.


“A imersão virtual em Israel é uma oportunidade exclusiva de conhecer o panorama de inovação daquele país, um dos mais inovadores do mundo. Os participantes terão acesso à reconhecida Startup Nation e a especialistas que discutirão temas como inovação aberta, saúde digital, biotecnologia, mobilidade, empreendedorismo e cyber segurança”, detalha a diretora de Inovação da CNI, Gianna Sagazio.


“O desafio de organizar esta primeira imersão virtual é enorme, pois envolve uma logística ampla com representantes de indústrias, startups e instituições israelenses. Todos se mostraram bastante animado com esta experiência, que colocará empresários e executivos brasileiros em contato com o que há de mais avançado em ciência, tecnologia e inovação em Israel”, acrescenta Gianna.

A dinâmica da imersão será similar à de um programa de TV. O apresentador e anfitrião será o especialista de desenvolvimento industrial da Diretoria de Inovaçao da CNI Rafael Monaco, que conduzirá a imersão. Além da programação, está prevista a interação dos participantes com os palestrantes, ao vivo.

Fotografia em close do olhar de uma mulher em imersão virtual

Balanço das imersões presenciais

Desde 2016, quando o Programa de Imersões em Ecossistemas de Inovação da CNI foi criado, a CNI organizou 21 imersões a oito países, além de visitas a diferentes estados brasileiros. Os países visitados foram Alemanha, China, Estados Unidos, Holanda, Israel, Itália, Suécia e Suíça. 

Participaram das imersões um total de 499 pessoas de 247 organizações, entre as quais 132 empresas industriais. A CNI tem 23 parceiros estratégicos em 12 países, cerca de 100 instituições em seu portfólio de roteiros no exterior, além de mais de 50 instituições nos roteiros nacionais.

Desde o começo da pandemia, as imersões presenciais foram interrompidas, com previsão de retorno tão logo a situação da Covid-19 pelo mundo seja controlada. Para 2021, há previsão ainda de imersões virtuais para os Estados Unidos e também para o Brasil – que também já estão com as pré-inscrições abertas.

Conheça outros temas:   Tecnologia 5G , Comércio ExteriorEngenharia,   Concessões PúblicasLean ManufactureLicenciamento ambientalSaúde e Segurança no TrabalhoSaúde Suplementar, Novo Ensino Médio

Relacionadas

Leia mais

Antes e depois: participantes da imersão em ecossistemas de inovação contam as experiências
Imersão da CNI visita institutos com foco em inteligência artificial
7 fatos incríveis sobre o ecossistema de inovação de Israel

Comentários