SENAI inicia aulas práticas de panificação na Guiana Francesa

Cooperação internacional entre o SENAI do Amapá e o país vizinho vai formar novos padeiros

Desde o início de setembro, o ensino do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) está presente em mais um país. Desta vez, na Guiana Francesa, onde faltam padeiros. Para oferecer uma formação mais rápida, o país contratou a instituição brasileira para capacitar novos profissionais. “Para fazer esta qualificação, teríamos que organizar toda a estrutura do curso e comprar equipamentos. Com a carreta, o SENAI já traz a estrutura pronta e assim conseguiremos, mais rapidamente, novos padeiros”, disse Adrien Knunku Lusala, conselheiro do Greta, órgão responsável pela formação profissional no país.

A unidade móvel do SENAI do Amapá será a sala de aula para 15 estudantes até o início de novembro, quando a escola móvel deixa a capital, Caiena, e retorna ao Brasil. Os alunos são de várias nacionalidades, inclusive brasileiros. Como Carla Palmerim, que vive na Guiana Francesa e trabalha fazendo salgados e bolos para venda. Ela procurou a formação profissional para se qualificar e oferecer mais produtos aos clientes. 

“E com o diploma, no futuro, eu posso conseguir uma permissão para abrir a minha própria padaria aqui em Caiena. É um sonho que eu tenho”, conta Carla.

VISITA DE AUTORIDADES - Nesta terça-feira (17), autoridades da Guiana Francesa foram ao Lycée Melkior-Garre, zona central de Caiena onde a carreta do SENAI está estacionada. Eles conheceram a estrutura por dentro e ouviram do instrutor Everaldo Terceiro como são as aulas. “Aqui tem toda a estrutura de uma padaria convencional. Os alunos aprendem com a metodologia do SENAI, que é, literalmente, colocando a mão na massa. Eles não ficam só escutando e vendo o que o professor faz. Eles têm a parte prática e depois eles mesmos vão fazer todas as etapas do processo”, explicou Everardo, que leciona no SENAI de Macapá há 5 anos.

O representante do governo francês na Guiana Francesa, Marc Del Grande, esteve na unidade móvel. Ele conheceu o funcionamento do curso e conversou com os futuros padeiros. “É a primeira vez que fechamos um acordo desse com outro país e isso abre a possibilidade de novas parcerias no futuro”, disse Del Grande. 

O SENAI é reconhecido mundialmente por sua excelência na formação profissional. Nas últimas edições da WorldSkills, o Brasil ficou nas melhores colocações, destacou a cônsul-geral do Brasil, Vera Campetti

A cônsul-geral do Brasil na Guiana Francesa, Vera Caminha Campetti, ressaltou a qualidade do ensino oferecido pelo SENAI no Brasil e em outros países. “O SENAI é reconhecido mundialmente por sua excelência na formação profissional. E nas últimas edições da WorldSkills, a maior competição mundial de educação profissional, o Brasil ficou nas melhores colocações. Primeiro lugar em 2015 e terceiro lugar este ano”, destacou a diplomata.

Relacionadas

Leia mais

SENAI faz cooperação internacional com Guiana Francesa
CNI e Apex-Brasil atenderão 1,7 mil empresas na promoção de negócios no exterior
VÍDEO: Isso o Google não mostra! O Tem Vaga! tira suas dúvidas sobre o SENAI

Comentários