Estágio: 5 mitos e verdades sobre essa experiência profissional

No dia 18 de agosto é comemorado o dia do estagiário e, em entrevista, o superintendente do IEL, Eduardo Vaz, esclarece as principais dúvidas dos estudantes

O estágio é considerado uma etapa importante na vida de qualquer aluno, além de ser, para muitos, a porta de entrada no mercado de trabalho. O Programa de Estágio do Instituto Euvaldo Lodi (IEL) oferece diversas oportunidades e, por meio de um cadastro, faz a seleção, o acompanhamento e a pessoa recebe as oportunidades de emprego referentes ao seu perfil.

IEL abre mais de 1.350 vagas de estágio em 14 estados

Além disso, o estágio é o momento em que os alunos colocam em prática tudo que estão aprendendo durante sua graduação. O que o torna também, em diversos cursos, uma etapa obrigatória para a conclusão da faculdade. 

Essa experiência profssional é composta por três principais elementos: regras, deveres e leis. As regras são as normas da instituição empregadora que o estagiário deve seguir; os deveres são os compromissos do estagiário com suas funções e demandas; já as leis são conhecidas como a Lei do Estágio.

Estagiário Extraordinário: IEL disponibiliza conteúdo para impulsionar carreira

Ainda que o estágio seja regido pela Lei 11.788, de 2008, é um tema rodeado de dúvidas e crenças populares. Afinal, é possível escutar que o estagiário só faz atividades banais, que vai ter que aceitar tudo que demandam para ele e que não pode errar nunca. Essas e outras opniões são consideradas mitos e, por isso, é importante desmistificar essas ideias e entender os direitos em volta do estágio.

Relacionadas

Leia mais

IEL abre mais de 1.350 vagas de estágio em 14 estados
Dia do Estudante: educação que abre portas para o mundo do trabalho
Novo episódio do Olá, Mundo! fala sobre Desafio Covid-19 de Robótica e o enigma do tapete

Comentários