Conheça 4 serviços da CNI para pequenas e médias empresas

A instituição que coordena o SENAI, o SESI e o IEL, oferece ajuda para aumentar a produtividade do Brasil por meio de cursos gratuitos para empresários, programas de financiamento, missões prospectivas, rodadas de negócios e muito mais. Confira

Promover o desenvolvimento da indústria é a principal missão da Confederação Nacional da Indústria (CNI). Além da defesa de interesses estratégicos para o setor produtivo, a instituição oferece grande variedade de serviços que ajudam sobretudo pequenas e médias empresas a ganhar competitividade.

Parceira de instituições como o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e como o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), a CNI busca oferecer solidez às empresas que a procuram.

Confira 4 ações da instituição que colaboram para a competitividade do país:

1. Consultoria para aumentar a competitividade

Há 19 anos, CNI e Sebrae se juntaram para criar o Programa de Apoio à Competitividade das Micro e pequenas Indústrias (Procompi). Por meio dele, são financiados projetos coletivos que desenham estratégias e modelos de negócios que aumentem a produtividade e o desempenho de setores estratégicos da indústria. O balanço parcial da 5ª edição do programa, que começou em junho de 2016 e vai até 2020, mostra que 2.277 empresas são beneficiadas por meio de 117 projetos. Conheça o programa.

2. Cursos gratuitos para empresários

Há muitas regras e normas complexas que as empresas precisam seguir para ficar em dia com a lei. Pode ser confuso e difícil executá-las, sobretudo para pequenos negócios. Por isso, em parceria com o Sebrae, o Programa de Desenvolvimento Associativo (PDA), coordenado pela CNI, desenvolveu cursos de curta duração justamente para ajudar gestores a lidar com temas fundamentais do dia a dia da indústria. Há aulas sobre como lidar com as normas regulamentadores de saúde e segurança do trabalho e como reduzir o consumo de energia elétrica, por exemplo. As atividades são gratuitas e acontecem em todo o Brasil.

3. Orientação para acesso ao crédito

Financiamento é fundamental para o crescimento da indústria, mas conseguir um empréstimo pode ser complicado em função de burocracia e falta de informação sobre qual linha de crédito é mais adequada à necessidade da empresa. Por isso, a CNI e as federações estaduais de indústria criaram o Núcleo de Acesso ao Crédito (NAC), que oferece capacitação financeira para as empresas, orienta sobre os tipos diferentes de financiamento e dá suporte no relacionamento entre indústrias e agentes financeiros. Acesse o portal do NAC e saiba mais.

4. Preparação para exportação

A Rede Brasileira de Centros Internacionais de Negócios (Rede CIN), coordenada pela CNI, consegue ajudar negócios de todos os estados brasileiros a traçar a melhor estratégia para conseguir exportar. Um vasto menu de serviços cobre todas as etapas que a indústria precisa passar até fechar os negócios. De formação de preço, estudo de mercados potenciais, missões prospectivas e rodadas de negócios, até a emissão de certificados de origem necessários para vender a países com quem o Brasil tem acordos.

Relacionadas

Leia mais

Empresa atendida por programa da CNI e do Sebrae eleva produtividade e planeja abrir franquias
CNI e Sebrae lançam publicação com 30 casos de inovação
VÍDEO: CNI - Há 81 anos trabalhando pelo futuro da indústria

Comentários