Empresas podem se inscrever para produção de máscaras reutilizáveis

O prazo de inscrições para micro e pequenas confecções do Distrito Federal termina nesta sexta-feira (24). As peças serão distribuídas para a população do DF no combate ao novo coronavírus
A força-tarefa vai produzir um milhão de máscaras de proteção reutilizáveis

Empresas do setor do vestuário do Distrito Federal podem se cadastrar até as 23h59 desta sexta-feira (24) para fazer parte de uma força-tarefa para a produção de um milhão de máscaras de proteção reutilizáveis, feitas em tecido. As peças serão distribuídas para a população do DF no combate ao novo coronavírus.

A ação ocorre por um convênio firmado entre o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), o Instituto Euvaldo Lodi (IEL), o Sindicato das Indústrias do Vestuário (Sindiveste) do DF e o Banco de Brasília (BRB), por meio do Instituto BRB de Desenvolvimento Humano e Responsabilidade Social, que doou R$ 1 milhão para a confecção de um primeiro lote com mais de 450 mil máscaras.

Sobre a iniciativa

A fabricação das máscaras será feita por micro e pequenas confecções, que juntas representam mais de 95% do setor no DF. São empresas constituídas por grupos de costureiras ou microempreendedoras individuais que foram afetadas rapidamente pelo fechamento do comércio ocorrido em março. As empresas serão remuneradas pela produção das máscaras, levando renda para as profissionais.

Para se cadastrarem na força-tarefa, é necessário acessar o edital e preencher a ficha, que pode ser acessada no site da Federação das Indústrias do Distrito Federal (FIBRA). No arquivo há também a lista de documentos que devem ser apresentados e todos os detalhes da contratação, como o valor pago para a empresa pela produção.

Os interessados podem se cadastrar para fazer corte de material, costura e acabamento, ou o processo de produção completo, entregando a máscara pronta.

O Sindiveste-DF está disponível para dar suporte às empresas no credenciamento pelo e-mail: recepcao.sindiveste@gmail.com ou pelo telefone: (61) 3234-0414 (8h às 17h).

A importância de cada instituição

O acordo criou uma central de governança formada pelas cinco instituições, que coordenará a produção e a distribuição das máscaras. O IEL fará o credenciamento das empresas por meio de edital e distribuirá a demanda de produção.

O SENAI, em parceria com o Sindiveste-DF, dará suporte técnico às empresas e receberá os produtos prontos, fazendo o controle de qualidade antes da entrega final. Também serão responsáveis pela gestão e distribuição dos insumos às empresas, em parceria com o IEL.

A distribuição das máscaras para a população será feita pelo BRB nos pontos de atendimento do banco, como em agências, nos correspondentes bancários e em lojas do BRB Mobilidade.

Inscrição de confecções para a produção de máscaras

Baixe a ficha de credenciamento e a lista de documentos no site da FIBRA


Formas de entrega da ficha preenchida e dos documentos

Envie e-mail para: mascaras@sistemafibra.org.br até 23h59 de sexta-feira (24)

Ou entregue no edifício-sede da FIBRA, no Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), Trecho 3, lote 225

A entrega pessoalmente na FIBRA pode ser até sexta-feira (24), das 9 horas às 12h e das 13h30 às 17h30


Dúvidas? 

Fale com o Sindiveste-DF pelo e-mail: recepcao.sindiveste@gmail.com ou pelo telefone: (61) 3234-0414 (8 às 17h)

A Indústria contra o coronavírus: vamos juntos superar essa crise

Acompanhe todas as notícias sobre as ações da indústria no combate ao coronavírus na página especial da Agência CNI de Notícias.

Reportagem atualizada no dia 23/04

Relacionadas

Leia mais

A importância do Sistema S na pandemia
Campanha da FIEMA estimula compra de produtos locais
Coronavírus muda realidade do polo de confecções pernambucano

Comentários