SENAI e instituições dos EUA se unem para promover intercâmbios acadêmicos

Estudantes participarão de programas internacionais de capacitação em áreas como Tecnologias da Informação e Comunicação, Engenharia, Negócios e Empreendedorismo
O Instituto SENAI de Inovação em Microeletrônica compõe uma das cinco equipes selecionadas pelo fundo internacional de inovação

Em parceria com o Departamento de Estado dos EUA, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) foi o responsável pela primeira competição no Brasil do Fundo de Inovação do 100,000 Strong in the Americas. Nesta edição, cinco equipes foram premiadas e vão receber um auxílio de US$ 40 mil, destinado a projetos de intercâmbio acadêmico e de capacitação de estudantes em diversas áreas, como Tecnologia da Informação e Comunicação, Engenharia, Negócios e Empreendedorismo.

Desde seu início, em 2014, o fundo internacional atua para unir instituições de ensino superior, governos e empresas privadas por meio do financiamento a projetos flexíveis e inovadores, voltados ao desenvolvimento tecnológico e à promoção da educação em diversos países das Américas.

Os ganhadores foram anunciados esta semana pelo Partners of the Americas, que atua como parceiro do Departamento de Estado dos EUA. Confira, abaixo, os resultados:

The Catholic University of America (Washington/D.C., EUA)
Instituto SENAI de Inovação em Microeletrônica (Manaus/AM, Brasil)
Universidade de São Paulo (São Paulo, Brasil)
Universidade Federal do Amazonas (Manaus/AM, Brasil)
Instituto Federal do Amazonas (Manaus/AM, Brasil)

Medidores de tensão de fios de nano tubo de carbono: em busca do desenvolvimento de uma nova tecnologia de sensoriamento – Esta parceria multilateral resultará em um novo programa de intercâmbio bidirecional, que visa treinar alunos de graduação e pós- graduação na produção, caracterização eletromecânica e metodologias de pesquisa e desenvolvimento. As instituições também planejam disseminar conhecimentos e pesquisas adquiridos e produzidos pelos alunos por meio do apoio à publicação em revistas acadêmicas, apresentações de conferências e registros de patentes.

Radford University (Virginia, EUA)
Instituto SENAI de Inovação para Tecnologia da Informação (Recife/PE, Brasil)
Universidade Federal de Pernambuco (Recife/PE, Brasil)

Programa de intercâmbio de Ciência de Dados – Este novo programa tem como objetivo lidar com demandas reais de parceiros industriais e potenciais desafios, que serão abordados pelos alunos selecionados durante os cursos nos Estados Unidos. Os estudantes brasileiros terão aulas de pós-graduação na Radford University e experiência prática, trabalhando com parceiros empresariais nos EUA e no Brasil. Também visitarão Washington, D.C., e Richmond, Virgínia, para conhecer o ecossistema de start-ups e aprender sobre os aceleradores de empreendedorismo locais e as incubadoras da região.

Radford University (Virginia, EUA) 
Instituto SENAI de Inovação para Tecnologia da Informação (Recife/PE, Brasil)
Universidade Federal de Pernambuco (Recife/PE, Brasil)

ASIS: análise e segurança de sistemas IoT – A Radford University, em colaboração com o Instituto SENAI de Inovação para Tecnologia da Informação e a Universidade Federal de Pernambuco, desenvolveu um novo programa para fomentar a colaboração em pesquisa estudantil na área de segurança, com foco em dispositivos da Internet das Coisas (IoT). Esse programa facilitará a compreensão de oportunidades de empreendedorismo por meio de atividades que desafiarão os alunos a desenvolver um Hack House, ou seja, uma casa inteligente e automatizada, para pesquisa e experimentação com dispositivos integrados. O programa vai conduzir uma análise segura da casa inteligente e propor a criação de um sistema de alerta de invasão simplificado para dispositivos integrados, além de oferecer treinamento para que os alunos possam comercializar ou lançar ideias sobre a segurança de tais dispositivos para empresas no Brasil.

Stillman College (Alabama, EUA)
Instituto SENAI de Inovação em Química Verde (Rio de Janeiro, Brasil)

Construindo criatividade e tecnologias transformativas exclusivas na educação da nova geração por meio da diversidade e da ecoinovação – Essa parceria resultou na elaboração de um curso de empreendedorismo em ciência interdisciplinar, para alunos de graduação, que vai culminar em uma competição para conhecer o melhor plano de marketing para uma solução promissora de problemas ambientais. Utilizando como modelo uma premiada pesquisa do SENAI sobre plástico biodegradável à base de celulose, as equipes aprenderão a transferir conhecimentos cientificamente sólidos para o setor empresarial. A equipe vencedora viajará para o Brasil para interagir com os principais pesquisadores em Química Verde, onde aprenderão sobre o contexto local relacionado ao seus estudos.

Universidad Ana G. Méndez - Recinto de Gurabo (Porto Rico, EUA)
Instituto SENAI de Inovação em Química Verde (Rio de Janeiro, Brasil)

Programa de intercâmbio sobre Soluções Energéticas Inteligentes (EEXMART) entre Porto Rico e o Instituto SENAI de Inovação em Química Verde – As instituições desenvolveram um programa de intercâmbio estudantil que visa o compartilhamento de experiências técnicas no gerenciamento de energia e de tecnologias solares inteligentes. O objetivo é desenhar um modelo de intercâmbio sustentável com foco na educação, orientação de pesquisas e conhecimento de boas práticas, para aumentar o fluxo de graduados prontos que desejem seguir uma carreira na área de energia e explorar o empreendedorismo nessa área. As atividades incluirão um curso sobre energia sustentável, uma experiência de pesquisa em pós-graduação no Brasil, durante o verão norte-americanos, uma bolsa de estudos acadêmicos sobre negócios, durante o verão, e o intercâmbio científico por meio da participação no Simpósio sobre Energia do Puerto Rico Energy Center (PREC) e por meio de visitas do PREC ao Instituto SENAI. 

CONFIRA – Saiba mais sobre os ganhadores no site do Fundo de Inovação.

PARCEIROS – O Fundo de Inovação do 100,000 Strong in the Americas é uma colaboração entre os setores público e privado, o Departamento de Estado dos EUA, as Embaixadas dos EUA, a Partners of the Americas, a Associação de Educadores Internacionais (NAFSA), e diversas fundações que atuam conjuntamente para estimular parcerias entre instituições de ensino superior dos Estados Unidos e de outros países do hemisfério ocidental. Atualmente, mais de 1.800 instituições de ensino superior fazem parte dessa rede de inovação.

A missão da Partners of the Americas é conectar pessoas e organizações além das fronteiras, para mudar vidas por meio de parcerias duradouras, que criem oportunidades, promovam a compreensão mútua e solucionem problemas em diversas áreas. Inspirada no programa Alliance for Progress, do ex-presidente Kennedy, a Partners é uma organização não- governamental e apartidária, fundada em 1964, com escritório internacional em Washington, D.C.

Com mais de 10 mil membros ao redor do mundo, a NAFSA é a maior instituição sem fins lucrativos dedicada a políticas e programas de incentivo à educação internacional.

Relacionadas

Leia mais

Investimento em inovação amplia atuação de farmacêuticas nacionais
Centro de Inovação do SESI desenvolve sistemas inteligentes de gestão de segurança e saúde

Comentários