Inova SENAI vai premiar produtos e soluções inovadoras

Inscrições para etapa nacional do programa estão abertas. Equipes formadas por alunos e docentes do SENAI de todo o Brasil têm até o dia 5 de março para se inscrever e demonstrar habilidades empreendedoras, de criatividade e capacidade de inovar
O projeto “Incorporação de pó de pneu em elastômero termoplástico TPE-S" foi o grande vencedor do Inova SENAI de 2016

Transformar boas ideias em realidade para as empresas. Com esse objetivo, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) lançou o edital da etapa nacional do Inova SENAI. O prêmio desafia alunos e docentes da instituição a pôr em prática seus conhecimentos e desenvolver produtos e processos inovadores alinhados às necessidades e aos interesses da indústria brasileira. Os melhores projetos serão apresentados a um fórum de investidores que podem tirar a ideia do papel e levar o processo ou o produto desenvolvido para o mercado. As inscrições seguem até 5 de março e podem ser feitas na página da competição.

Na categoria Produto Inovador, podem ser propostos novos materiais, alimentos, softwares, hardwares, componentes, instrumentos e ferramentas. Já em Processo Inovador, os participantes devem buscar a melhoria de processos produtivos a partir da criação ou adaptação de novas máquinas ou equipamentos. As 25 equipes com as melhores notas em cada categoria receberão consultoria e auxílio financeiro para aperfeiçoar sua proposta de negócio e seu protótipo. Finalizados, os projetos serão apresentados na 10ª Olimpíada do Conhecimento, que será realizada em julho, em Brasília. 

Uma novidade do Inova Nacional 2018 é o jogo virtual “Saga SENAI de Inovação”. O aplicativo trará conteúdo educacional sobre temas ligados à inovação e empreendedorismo e rodadas de perguntas para competição entre os alunos participantes. Quem conquistar o maior número de pontos também será premiado.

Criado em 2012, o Inova está alinhado à prática pedagógica do SENAI, que estimula a cultura de inovação a partir do desenvolvimento de projetos como situação de aprendizagem. “O SENAI tem a missão de ofertar educação profissional de excelência, adequada à realidade das empresas e ao futuro da indústria. Capacidade empreendedora, criatividade e raciocínio lógico, estimulados em cada fase desse programa, são competências cada vez mais demandadas pelo setor produtivo”, afirma o gerente-executivo de Educação Profissional e Tecnológica da instituição, Felipe Morgado.

HISTÓRICO – No último Inova SENAI, realizado em 2016, entre os produtos que chamaram a atenção do público estavam o sorvete saudável produzido a base de azeite de oliva, sem gordura hidrogenada, e a muleta dobrável "Simple Easy", por sua praticidade no armazenamento e conforto aos usuários, devido ao amortecimento desenvolvido para minimizar impactos e pressão na região das axilas.

O grande vencedor da edição foi o projeto “Incorporação de pó de pneu em elastômero termoplástico TPE-S”.  O TPE-S, incorporado ao pó de pneu – que é um resíduo proveniente do processo de sua raspagem - permite à indústria de transformação de plástico ter um produto sustentável e economicamente viável. 

Na categoria Processos Inovadores, a equipe vencedora foi responsável pelo desenvolvimento de um acelerador manual para máquinas de costura industriais. A peça possibilita o controle da máquina com a mão ou o antebraço, em lugar das pernas, permitindo a inclusão de pessoas com deficiências nos membros inferiores na indústria têxtil. 

MULTIMÍDIA - Confira o vídeo que produzimos na última edição do Inova SENAI:

CRONOGRAMA

Inscrição e submissão dos projetos

05/02 a 05/03

Seleção dos projetos para a exposição

06/03 a 02/04

Divulgação dos projetos selecionados

03 de abril

Período para desenvolvimento e melhoria dos projetos

04/04 a 30/06

Exposição dos trabalhos – Apresentação dos projetos, avaliação e premiação

03/07 a 08/07

SAIBA MAIS - Para mais informações sobre o Inova SENAI, acesse a página do programa.

Relacionadas

Leia mais

Nove megatendências da inovação na Indústria 4.0
Adoção do modelo 4.0 é urgente para a competitividade de mais da metade dos setores da indústria brasileira
Onze cursos do SENAI direcionados à Indústria 4.0

Comentários