Espelho, espelho meu: catarinense busca o ouro em Terapia da Beleza no mundial de profissões

A jovem faz faculdade de Estética e Cosmética, no Senac, e já viajou para Hungria e para Irlanda em treinamento para a WorldSkills
A jovem fazia faculdade de Estética quando foi convidada para participar da WorldSkills

“Sempre gostei de cuidar das pessoas. De mexer com a auto estima delas. De fazer elas se sentirem bem se olhando para o espelho”, afirma Isadora Berti Guedes Pereira, 19 anos. Nascida em Tubarão (SC), a jovem vai competir na ocupação Terapia da Beleza, em agosto, no mundial das profissões, a WorldSkills.

Atualmente, aluna do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) no curso superior de Estética e Cosmética, Isadora foi convidada pela instituição para conhecer a faculdade e fazer parte do time brasileiro enquanto fazia graduação em outro lugar. Ela ficou conhecida por meio da mãe, que trabalha no departamento de Recursos Humanos (RH) da instituição.

Isadora fica das 7h até às 22h no Senac durante a semana, pois treina 8h por dia e depois fica nas aulas do curso superior. Essa dedicação a levou para Hungria e para Irlanda, em maio, para fazer um treinamento na Pandhys - marca patrocinadora de estética da competição - e um simulado com alguns países participantes. “A gente está trabalhando bastante para que o Brasil seja bem visto lá fora. Queremos passar uma imagem de excelência para os outros países”, afirma Isadora.

"Tenho certeza que essa competição vai agregar muito na minha carreira" - Isadora Pereira

Maquiagem, depilação, alongamento de cílios, esmalte em gel, massagem e tratamentos corporais fazem parte dos módulos estudados pela competidora. Ela tem que saber executar essas e outras técnicas que serão informadas apenas um dia antes da prova, na Rússia.

“Tenho certeza que essa competição vai agregar muito na minha carreira. Vejo essa experiência como uma oportunidade única e sei que vai me trazer muitas coisas boas. O nível de excelência que é cobrado nessas competições mundiais influencia bastante na profissional que estou me tornando”, explica a catarinense, que pretende concluir a faculdade e abrir a própria clínica de estética quando voltar da competição.

Relacionadas

Leia mais

Veja a lista completa dos 63 jovens que vão representar o Brasil na WorldSkills 2019, na Rússia
Destino Rússia: equipe brasileira está pronta para a WorldSkills
VÍDEO: Seja mais que um gamer, faça seu jogo! Veja como no Tem Vaga!

Comentários